Notícia

“CPI dos Contratos” pode virar caso de polícia

Escrito por Redação 
11-Oct-2007
Na próxima terça-feira, dia 16, membros da “CPI dos Contratos” irão até a Prefeitura em busca de informações que estariam sendo negadas. Caso persista o cerceamento das informações, a Polícia poderá ser acionada. Segundo os advogados Valdomiro Vieira e Sérgio Assis, “os indícios de irregularidades estão sendo potencializados por essa recusa de prestação de informações”.

Os advogados Valdomiro Vieira e Sérgio Assis: “indícios de irregularidades estão sendo potencializados por essa recusa de prestação de informações”
Os advogados contratados para auxiliarem as comissões parlamentares instaladas na Câmara Municipal, foram responsáveis pelas investigações que resultaram na cassação do prefeito pouso-alegrense Jair Siqueira. “Há denúncias que devem ser apuradas, em especial com relação ao transporte, contratos e matérias de publicidade. O prefeito está tentando atravancar o trabalho das comissões e a comissão irá até a Prefeitura no próximo dia 16 para pegar os documentos que não estão sendo entregues. Já nos primeiros trabalhos da comissão o prefeito não forneceu os documentos requisitados. É  um direito do vereador, ter acesso as informações que julgue necessária. Por isso, haverá uma inspeção in locum.  Se houver recusa por parte do servidor ou qualquer obstrução, não existe outra medida senão chamar a Polícia Militar. Essa atitude do prefeito em não querer colaborar com as investigações potencializam os indícios de irregularidades”, comentou o advogado Vieira.
Nossa reportagem tentou ouvir o prefeito Darci de Moraes Cardoso, que não concede entrevista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *